• Vivamo Enogastronomia

Como a pandemia vai transformar o setor de alimentos

Expectativa é que a demanda por delivery de comida permaneça alta mesmo após a quarentena.



A pandemia do novo coronavírus provocou um aumento na demanda por entregas, tanto de itens de supermercados quanto de alimentos prontos. Com as medidas de isolamento social, a alta procura tem causando impactos na infraestrutura e na força de trabalho em diversos estabelecimentos no Brasil e no mundo.


A expectativa é que a maior demanda por delivery de alimentos permaneça mesmo após a quarentena, forçando empresas em todo o mundo a se adaptarem a essa nova realidade. Por isso, a consultoria americana CBRE divulgou em um relatório recente com cinco tendências para o setor de alimentos. Confira:


1. Aumento de pedidos online de alimentos perecíveis

O relatório observa que as entregas de supermercados devem aumentar. Por isso, as empresas precisarão de mais espaço para armazenamento de estoque. Os alimentos perecíveis e congelados, antes menos populares para entrega, serão cada vez mais solicitados.


2. Mercearias locais precisarão de mais espaço de armazenamento e atendimento

Com o aumento no volume de pedidos em supermercados locais, as lojas podem ficar sobrecarregadas e não ter espaço suficiente para lidar com a demanda. Esse cenário também criaria uma demanda por mais centros de atendimento.


3. Os restaurantes também precisarão de estoques maiores

O relatório também prevê que os restaurantes podem sofrer impactos permanentes. Isso porque o volume de pedidos para viagem ou delivery poderão ser maiores que o atendimento presencial. Como resultado, os restaurantes devem aumentar sua capacidade de armazenamento para atender à demanda.


4. Empresas de armazenagem refrigerada terão maior consolidação

As empresas de armazenagem refrigerada e as empresas que possuem grandes armazéns de alimentos começarão a ver uma consolidação, com demanda e preços maiores. Isso fará com que as maiores operadoras façam parcerias para construir redes de armazenamento próximas aos centros urbanos, reduzindo o desafio logístico de fornecer alimentos aos consumidores.


5. Aumento da automação em estoques

As empresas recorrerão à automação dos estoques para atender à demanda, permitindo que as indústrias continuem mais produtivas e com uma força de trabalho menor. 



Texto extraído de: https://epocanegocios.globo.com/Empresa/noticia/2020/04/como-pandemia-vai-transformar-o-setor-de-alimentos.html em 15.07.2020.



© 2018 por Glau Zoldan. Todos os direitos reservados.